14 julho 2010

Copa - último post

Finalizo a série de posts referentes à Copa do Mundo de 2010. A Espanha ganhou e a manchete do jornal marca foi uma das melhores que já vi numa vitória. Algo como “Este era nosso sonho desde crianças!”. O título veio acompanhado das fotos do jogadores quando crianças. Muito bom!



Ah, a última nota. Thierry Henry vai jogar nos Estados Unidos. Será que vai ser num time de basquete?

Como já fiz a reentrada na atmosfera, falarei mais sobre os assuntos do Brasil-sil-sil.

12 julho 2010

Acabou como começou




Assisti os dois últimos jogos da Copa no último final de semana. Ambos foram sofríveis, muito parecidos com a maioria dos jogos do torneio. O único destaque foi Fórlan, meia do Uruguai, que mostrou futebol bem acima da média. Infelizmente não deu para chegar ao terceiro lugar, mas para o futebol uruguaio, um quarto lugar, é importante. A posição o recoloca como uma das melhores equipes do mundo.

A final entre Holanda e Uruguai foi um dos jogos mais violentos que já vi. Parecia um filme de Quentin Tarantino. Destaque para os goleiros. No finalzinho da prorrogação veio o gol da Espanha. O menos pior ganhou.

Terminou como acabou, bem chata esta Copa.

Os destaques da Copa, dentro e fora de campo.


O POLVO



O célebre animal, que ganhou fama mundial ao "prever" os resultados alemães na Copa do Mundo. Paul segue com 100% de aproveitamento na Copa do Mundo. Com dois anos e meio e pesando 700 gramas, Paul, que nasceu na Inglaterra, mas é criado em território alemão, acertou todos os resultados da Alemanha, inclusive a derrota para a Sérvia na primeira fase do torneio. Nas outras partidas, o polvo apostou em vitória sobre Austrália, Gana, Inglaterra e Argentina. Ele também acertou a vitória da Espanha sobre os germânicos na semifinal da Copa. A previsão é feita da seguinte maneira: são colocados dentro do aquário dois recipientes com alimento na mesma quantidade, cada um com uma bandeira de uma seleção. O time que tivesse o recipiente escolhido pelo polvo corresponderia ao vencedor do jogo. A nota triste é que um polvo vive em média 3 anos, seguindo esta métrica o nosso amigo só tem mais 6 meses de vida.

JABULANI



Ninguém recebeu mais críticas durante a Copa do Mundo de futebol do que Jabulani, a bola oficial da FIFA para o torneio. Ela foi chamada pelos jogadores de "bola de supermercado" (Julio César), "bola sobrenatural" (Luis Fabiano) e até de "bola patricinha" (Felipe Melo). A grande diferença da Jabulani para sua antecessora são as texturas, que devem criar turbulência o suficiente em volta da bola para que ela sustente seu vôo por mais tempo, ela é super lisa, quase uma esfera perfeita . Maradona até criticou a bola, mas mostrou nos treinos da argentina, que quem sabe jogar, joga até com bola de meia. O técnico argentino acertou 4 de 5 cobranças, a que não chegou ao gol, bateu na trave.


VUVUZELAS



Foi menos mal do que o alardeado. É um tipo de corneta utilizado massivamente nos estádios africanos. Tem um som estridente e contínuo. Não estive em campo, mas parece que todo mundo se acostumou ao som de 'enxame de abelhas'. Não creio que virará moda por aqui, preferimos tambores sincopados, gritos de guerra e alguns xingamentos. Creio que na Europa sua incorporação é bem improvável. Durante a Copa, chegou-se a pensar na sua proibição, mas os dirigentes da FIFA foram taxativos e acertaram em não interditá-las. O som foi melhor que o futebol apresentado em campo.


CALA A BOCA GALVÃO

Poís é, parece que o torcedor brasileiro está cansado da Globo e de seu porta-voz maior no campo futebolístico. Galvão Bueno foi tema de uma campanha bem humorada, mas com título grosseiro 'cala a boca Galvão'. O vídeo circula pela internet e já foi reproduzido neste blog.


TÚLIO TANAKA

O brasileiro, naturalizado japonês, que joga pelo selecionado nipônico, foi responsável pela fratura no braço do jogador, e estrela maior da Costa do Marfim, Drogba. Foi vítima de campanhas que o acusavam de desleal. Uma grande injustiça, o lance foi uma fatalidade. Jogou bem na Copa e foi um dos destaques do japão..


FELIPE MELO

Felipe Melo foi responsável pelo lance mais violento da Copa. Simboliza o fim da segunda geração Dunga. Ficou como símbolo da Copa de 2010 para os brasileiros, assim como a ajeitadinha de meia do jogador Roberto Carlos em 2006.


MARADONA

Levou a Argentina ao melhor resultado desde 1990. Ficou em quinto lugar na competição, a frente do brasil, sexta colocação. Perdeu dramaticamente o jogo com a Alemanha. Antes vivera um ressurgimento de seu gênio midiático. Beijou seus jogadores, gritou, rezou e chorou. Grande figura do jogador mundial. É uma figura mítica, que costuma ir do céu ao inferno e do inferno ao céu.

LARISSA RIQUELME

A história de Larissa começou de forma despretensiosa. Ela foi contratada por uma empresa de telefonia celular como garota-propaganda. Uma das ideias era guardar um aparelho dentro do generoso decote durante as partidas do Paraguai na Copa. Assim, a modelo assistiu à estreia, contra a Itália, em uma praça de Assunção. Mesmo já conhecida no país por atuações em musicais e em alguns programas de TV, seus atributos chamaram a atenção e tiveram grande repercussão interna.

No segundo jogo, contra a Eslováquia, ela voltou à mesma praça, com o mesmo uniforme que demonstrava todo o seu amor pela seleção. Coube então aos fotógrafos das agências internacionais espalharem as imagens de Larissa pelo planeta. Instantaneamente, virou "A namorada do Mundial", apelido dado pelo jornal espanhol "Marca".

Prometeu sair nua em caso de título. E depois avisou que pode até antecipar a promessa com a classificação para as semifinais. De novo, virou o centro das atenções.

A novela começou antes das quartas de final do Mundial, quando o Paraguai enfrentou a Espanha. Larissa Riquelme prometeu tirar a roupa caso a sua seleção fosse campeã. Depois, fez um “ajuste” e decidiu ficar nua com a vaga nas semifinais.
Após a derrota para a Espanha por 1 a 0, a modelo anunciou que faria o ensaio de qualquer forma, para homenagear os compatriotas. E cumpriu, para a alegria de milhares de marmanjos do mundo inteiro. Viva Paraguai! Saiu nua nas páginas do periódico paraguaio 'Diário'

SARA CARBONERO



Sara Carbonero foi parar na capa de todos os jornais depois de ganhar um beijo do goleiro espanhol Iker Casillas durante uma entrevista para a rede de televisão "Telecinco". Se no começo da Copa, ela foi acusada de desestabilizar o capitão do time, na conquista do título inédito foi alçada ao papel de musa inspiradora. Mostrou que sua influência sobre o arqueiro era positiva. E poderia ser diferente?

DIEGO FÓRLAN

Foi eleito o melhor jogador da copa, agraciado com a 'Bola de ouro'. Seu pai foi ídolo do São Paulo Futebol Clube, Pablo Fórlan jogava como lateral direito. Durante a Copa Diego mostrou um grande futebol e para mim é a revelação da Copa. Ah, ele disse que seu sonho é jogar no SPFC, é meu sonho também que ele jogue por lá.

PELÉ

Começou mal, criticando Maradona de forma grosseira. Recuperou-se, acertou pela primeira vez o resultado da Copa! Ele previu isso antes do torneio, apostou na Copa. Não é mais pé frio.

RAYMOND DOMENECH

Ele mostrou como boa parte dos franceses lida com as relações humanas. É um comportamento típico que ,qualquer pessoa que passe por lá mais de um mês, poderá constatar. O técnico dos 'Les Bleus' saiu da Copa de maneira grosseira, assim como chegou a ela.

MICK JAGGER



É o pé frio da Copa. Todos os times pelos quais torceu perderam. Na ordem : Inglaterra , EUA, Brasil. Dizem que torce pelo Bahia. Isso é sacanagem.

HOLANDA

A Holanda é o Esporte Clube Vitória das Copas. Um vice-campeão nato.

COPA DO MUNDO 2010

os torneios de 'jogo de botão' no 'Estrelão' eram mais emocionantes que essa copa do desmundo.


COPA DO MUNDO 2014

É Brasil..sil..sil! Não faturamos esta Copa do mundo de 2010, mas como num crime anunciado... superfaturaremos a Copa de 2014.

04 julho 2010

O último Tango na África.




O resultado de 4 x 0, em que a Alemanha ficou com os quatro e a Argentina amargou o zero, não refletiu totalmente a beleza de futebol que pode sugerir uma goleada. Foi um jogo trucado, marcado por aquilo que é a tônica desta Copa, futebol enfeiado, esvaziado de criatividade. Para piorar, as arbitragens tem prejudicado o futebol sul-americano. O time brasileiro foi vítima no jogo contra a Holanda dessa 'má vontade' em apitar no primeiro tempo do jogo contra a holanda e o mesmo ocorreu com a Argentina.

Messi jogou bem, mas não foi o suficiente. A Alemanha tem um time coeso e jovem. Como o primeiro gol saiu logo aos 2 minutos do primeiro tempo, a Argentina teve de correr o tempo todo atrás do resultado e possibilitou muitos contra ataques, o que evidenciou sua frágil defesa. Triste a saída do time de Maradona da Copa.

Por falar em Maradona, vale dizer que ele é o antípoda de Dunga. São opostos como foram quando jogadores. Maradona é o compromisso com seu povo e sua tristeza é reflexo desse pensamento coletivo. Dunga demonstra ser politicamente de direita e chega a insinuar que a Ditadura não foi tão maléfica, a ponto de dizer que só aqueles que a vivenciaram possuem autoridade de refletir sobre ela. Já Maradona tem Chê tatuado no braço.

Crônica de uma morte anunciada. Chega ao fim o pesadelo Dunga



A grande maioria dos brasileiros interessados minimamente por futebol sabiam que a seleção brasileira não convencia. Mas, numa copa sem emoções, a equipe brasileira parecia ainda candidata ao título. O problema era justamente esse, o Brasil era mais um time mediano em meio a outros. Nos acostumamos a ser diferentes e melhores, mesmo perdendo mostrávamos futebol superior.

A seleção ficou a altura do jogador e treinador Dunga. Um atleta mediano, que apelava para faltas desnecessárias, quando não violentas. Desarmava e chutava a bola irremediavelmente para a estratosfera. Seu reinado começou com o selecionado de 90, sob o comando de Sebastião Lazaroni, técnico que implantou pela primeira vez 3-5-2 na seleção e acabou com um dos últimos selecionados nacionais que jogavam o bom e velho futebol. Nesta copa da Itália fomos também eliminados nas oitavas e, pior, pela Argentina. Sucumbimos ao genial Maradona que num passe mágico deixou Caniggia na boca do gol. Este geração de jogadores foi intitulada de 'geração Dunga'. Em 1994 sofremos muito para chegar as finais e os momentos geniais ficavam a cargo da habilidade de Romário e lampejos de Bebeto. Fomos campeões jogando um futebol duro e, para desespero, nos pênaltis é que foi desenhado nosso destino.

Em 94 o capitão era Dunga. Ele levantou a taça de gritou: É nossa porra! Confesso que gostei bastante do desabafo, mas infelizmente equivoquei-me na análise. Pensei à época que o palavrão era algo como 'é nossa (povo brasileiro), porra!'. Na verdade ele referia-se ao grupo de jogadores. Aquele era um grito direcionado aos críticos, só isso. E o palavrão era na verdade uma grosseria, algo que o técnico Dunga repetiria com bastante frequência. Um insulto, como aqueles que direcionou aos jornalistas e desrespeitou não somente as vítimas, como a todos os torcedores. Descobri isso tardiamente. Creio que mesmo não admirando seu futebol como jogador, depois daquela minha equivocada impressão, de confraternização com o povo brasileiro, passei a achá-lo um cara legal. Ledo equivoco. Era um fanático apaixonado pelas suas convicções.

Dunga como técnico sempre me pareceu um leitor de livros de autoajuda. Falava do grupo que constituía a seleção, jogadores e comissão técnica, como quem fala de uma trajetória de 'vencedor'. Este é um fenômeno bem próprio de nosso tempo. Todos temos que ser vencedores e trilharmos o caminho que achamos correto, sem dar ouvidos aos outros. Algo como a música 'My way' de Frank Sinatra. No final da partida que nos eliminou (aliás os eliminou), na última quinta, isso ficou ainda mais claro. Todos os jogadores pensavam em si como frustrados, mas não na frustração de milhões de brasileiros. Futebol no brasil não é brincadeira ou pura diversão, é paixão. Ali era um torneio de satisfação puramente pessoal.

O goleiro Júlio César saiu dizendo que aquele grupo de jogadores teria resgatado o amor do brasileiro pela seleção brasileira. Uma constatação de auto centramento absoluto. Acho que o isolamento fez mal ao arqueiro, provavelmente não falou nem com familiares. Viveu numa espécie de BBB na Copa, sem contato com as vozes discordantes dos caminhos escolhidos pelo líder Dunga, posso afirmar que eram milhões.

Felipe Neto que é a imagem da seleção nesta copa, saiu do jogo afirmando que sua entrada criminosa no principal jogador holandês fora 'normal' e que , se quisesse, teria quebrado a perna do adversário. Uma declaração pra lá de infeliz para um atleta profissional, creio que ele precisa de cuidados psicológicos.

Milhões de brasileiros queriam outros jogadores no lugar da maioria dos presentes em campo, excetuando-se talvez o goleiro Júlio César, isso se não levarmos em consideração uma remota possibilidade de levarmos o melhor guardador de redes de todos os tempos, Rogério Ceni. Kaká estava machucado e era uma boa opção para o banco e nem Robinho no momento era melhor que seus próprios companheiros de agremiação 'clubística', intitulados meninos da Vila, do Santos.

Como tudo tem um lado bom, acho que uma terceira 'era Dunga' não vingará. Acho que uma retomada ao nosso velho e bom futebol se anuncia para breve. A violência de Felipe Melo será mais lembrada que a ajeitada de meião de Roberto Carlos nas conversas de, pelo menos, os próximos quatro anos.


Finalmente Dunga cantou 'Eu vou, eu vou para casa agora eu vou'. A grande maioria dos jogadores não mora no Brasil, nem sei se o técnico mora.

Ouvi ontem alguém dizer e acho que é pertinente: 'O Brasil hoje é constituído de um Dunge, 23 sonecas e 190 milhões de zangados'.

24 junho 2010

Democracia

Saramago



Eslovênia 3 x 2 Itália





Assisti o jogo em Firenze e a cidade é um cemitério, ao menos por enquanto. Pois, é todo mundo tenta mas só o Brasil é penta. Pelo menos até 2014 esta hegêmonia está garantida. Isso se o Brasil não ganhar esta copa. Daí então, só pra lá de 2020. É nois, mano!

O jogo foi emocionante. Muito intenso.

23 junho 2010

Argentina 2 x 0 Grécia






Argentina segue forte e Maradona um show a parte.O técnico da Argentina estava mais inspirado do que o normal. Quando uma bola saiu pela lateral, ele devolveu ao volante Verón com um toque de calcanhar. Festejou um dos gols atirando-se de barriga no chão, sem se preocupar com o paletó e a gravata.

O time misto que Maradona colocou em campo precisou de 77 minutos para superar a fortíssima zaga grega. Mas o resultado não esconde alguns problemas apresentados pela equipe. A defesa Argentina ainda não é segura e Messi não decolou. Agora o adversário é o México e não será nada fácil.

Mas, a Argentina continua 100% naquilo que concerne a resultados. Viva a américa latina, que mostra que hoje é o grande polo de craques do mundo.

22 junho 2010

Allez les bleus....Para casa!





Dessa vez a justiça nem tardou tanto assim. O mundo está em festa e a Irlanda ainda mais. A seleção mais odiada do mundo está fora do mundial. Saem da maneira que todos esperavam, derrotados. Entraram vergonhosamente e saem da mesma maneira.Allez les bleus para casa...que surja um novo Zidane.

Para completar quando Parreira partiu para cumprimentar o treinador adversário, Raymond Domenech, tirou a mão e esboçou uma cara de raiva (sem explicação).

21 junho 2010

Coréia do Norte 0 x 7 Portugal

Foi o primeiro show da copa. Seis belos gols e um engraçado. O gol sem jeito foi de Cristiano Ronaldo.

20 junho 2010

brasil 3 x 1 Costa do Marfim



Luis Fabiano em noite de Thierry Henry fez a diferença. Depois de tanta violência por parte da seleção da Costa do marfim, achei a irregularidade da 'mão na bola' algo justo. Justiça divina. O melhor foi o juiz perguntando com sorriso no rosto se o atacante brasileiro tinha ou não colocado o braço na bola.

Kaká disse 'porra'! Devia ter sido expulso nesta hora, afinal crente não pode proferir palavrões. Foi expulso depois sem justiça. Coisas do mundo pertencente ao divino. Aqui se faz aqui se paga.

Elano fez o gol tirou as caneleiras na comemoração e as exibiu em rede mundial, nestas haviam os nomes 'Clara' e 'Tereza'. Logo depois foi caçado em campo e levou um golpe na...canela. E como disse o locutor francês, não se sabe se na 'Tereza' ou na 'Clara'.

Brasil classificado para a próxima fase! Ainda não foi dessa vez que a equipe brasileira cantou “eu vou, eu vou, para casa eu vou...'

Ah, Drogba continuou com dor de cotovelo.

Resenha francesa - Parte II




O ex-jogador Zinedine Zidane estimulou uma "revolta" dos jogadores da seleção francesa contra o seu técnico, Raymond Domenech, nesta Copa do Mundo da África do Sul, informou neste sábado o jornal "Libération".A publicação diz que o ex-capitão francês falou com o defensor Patrice Evra, os atacantes Franck Ribéry e Thierry Henry e o meio-campista William Gallas para que exigissem do comandante da equipe europeia uma mudança tática na véspera da partida entre França e México, na última quinta-feira, pelo Grupo A da competição. Os franceses perderam o confronto por 2 a 0.

Em um primeiro momento, Domenech teria aceitado as mudanças em virtude do diálogo aberto com os jogadores. No entanto, quando soube que a ideia teria vindo de Zidane, ficou muito irritado e voltou atrás. Depois ocorreu o 'barraco' em que Anelka supostamente teria xingado o treinador

19 junho 2010

Resenha* Francesa



O atacante Nicolas Anelka foi expulso da seleção francesa neste sábado por ter ofendido o treinador da equipe, Raymond Domenech, afirmou um integrante da Federação Francesa de Futebol (FFF).

Após ameaças de ficar no banco, Anelka, irritado, ofendeu o treinador na frente de seus companheiros. Ao ouvir os insultos, Domenech sentenciou: "bem, você está fora". O time francês voltou do vestiário com Pierre-Alain Gignac, também atacante, no lugar de Anelka.
Neste sábado, o jornal esportivo francês "L'Equipe" estampou, como manchete de capa, os insultos que teriam sido proferidos pelo jogador: "Vai tomar....piiiiii...".

* Resenha: Termo soteropolitano que significa algo como contar uma 'fofoca', mas sem o intuito de difamação. É colocar o interlocutor a par de algo que ocorreu.

ARGÉLIA 1 X 1 INGLATERRA




Esse confronto eu assisti no telão do Estádio Charléty, um complexo multiesportivo, localizado em Paris, que recebe jogos com até 20 mil espectadores. Foi interessante ver centenas de argelinos torcendo por sua seleção. São muito alegres e dançam o tempo todo. O jogo foi horrível. A nota interessante é que ambos os times colocaram na reserva os goleiros que 'frangaram' feio na primeira rodada.

A Inglaterra tem uma seleção sofrível e não lembra em nada a pátria mãe do futebol. A Argélia foi bem melhor, pois nunca se alimentou esperanças acerca do seu desempenho.

Depois do jogo existia um aparato de guerra para evitar conflitos. Contei 25 viaturas políciais, um ónibus para transporte de detidos e uns 50 policiais com armas e equipamento de choque. Nada aconteceu. Ainda bem.

18 junho 2010

O MUNDO FICOU MAIS CEGO. MORREU SARAMAGO



'O mundo ficou mais cego' Disse Fernando meireles. Faço de suas palavras as minhas.

17 junho 2010

França 0 x 2 México. Allez les Blues? Só se for para casa.

Fora da Copa?




Em 2002, a França se despediu da Copa do Mundo ainda na primeira fase e sem marcar gols. Nesta quinta-feira, os Bleus perderam por 2 a 0 para o México e começaram a reviver o drama de oito anos atrás.

A equipe dirigida pelo 'metido' treinador Raymond Domenech havia empatado sem gols com o Uruguai em sua estreia no Mundial sul-africano. Ou seja, depois de duas rodadas, soma apenas um ponto no Grupo A. Para evitar mais uma eliminação precoce, a França, atual vice-campeã mundial, precisa vencer a África do Sul por uma boa diferença de gols e torcer contra uma "armação de resultados" entre os líderes do grupo. Bom, de 'armação' a França futebolística entende. Lembram da mão de Thierry Henry e da consequente eliminação da seleção da Irlanda? E do 'peripaque' de Ronaldo em 98?

Ah! O atacante Thierry Henry, último remanescente da equipe campeã mundial em 1998, começou no banco de reservas e, mesmo com a necessidade francesa de fazer gols, não foi aproveitado. Ele virou uma espécie de símbolo da vergonha francesa.

Curiosidade

O atacante mexicano Javier Hernández seguiu os passos do avô ao marcar um gol na partida contra a França, disputada nesta quinta-feira. O avô do jogador, Tomas Balcazar, marcou o primeiro gol do México contra a França no Mundial de 1954, muito antes de Hernández nascer.

Argentina Goleou!

ARGENTINA 4 X 1 CORÉIA DO SUL

A Argentina jogou uma bela partida de futebol. Após a goleada sobre a Coreia do Sul por 4 a 1, nesta quinta-feira, pela segunda rodada do Grupo B, o técnico da seleção argentina, Diego Maradona, declarou que sua equipe foi implacável.Com a vitória, a Argentina é líder isolada da chave.



MARADONA É UM JOGO À PARTE.

No começo da semana Dieguito entrou em um entrevero com Pelé (para variar um pouco).O Argentino disse que o "Rei Pelé" afirmou a muiúde que não acreditava que a Africa do Sul seria capaz de organizar o mundial.

Pelé respondeu que não entendia a afirmação, mas não desmentiu. Falou que sempre ajudou Maradona quando este precisava, até mesmo com um antigo 'Talk Show' da televisão argentina. Pelé ainda completou e afirmou que Maradona era técnico porque precisava de dinheiro.

Ao ser informado que o ex-jogador Platini, que é funcionário da FIFA, dissera que não confiava no argentino como técnico, Maradona disparou que com Platini sempre tivera uma relação distante. Era só 'oi' e 'tchau'. Completou com a frase 'Sabemos como são os franceses. E Platini é francês e se crê mais do que todo mundo. Nunca liguei para ele. E não vou ligar agora'




DEPOIS DA GOLEADA,NOVA ENTREVISTA

O técnico pediu desculpas ao francês Michel Platini pelas críticas da véspera."Recebi uma carta de Platini dizendo que não havia dado as declarações que vocês me falaram. Quero pedir desculpas agora a Platini... Mas não a Pelé", disse Maradona, logo no encerramento da conferência com os jornalistas no estádio Soccer City. Sobre Pelé disparou novamente com a frase "O Pelé tem de voltar ao museu"





GAY?

Questionado por um jornalista inglês sobre seus carinhosos beijos nos jogadores da seleção argentina, o técnico Diego Maradona declarou que não é gay e que ama mulheres.

"Amo as mulheres!", repetiu três vezes durante a entrevista coletiva antes de completar. "Estou com a Verônica, que tem 31 anos, é loira, é muito bonita. Não preciso 'desmunhecar' por sentir afeto por meus jogadores. Se eu sou gay, não, não!", enfatizou o treinador.


Vuvuzela



O apresentador inglês Jeremy Paxman preparou uma surpresa aos telespectadores do telejornal da emissora BBC, o Newsnight, na terça-feira. É o principal televisivo jornal do país.Depois de a Fifa ter descartado proibir as polêmicas vuvuzelas, Paxman convidou o músico Byron Wallen para mostrar que o som da vuvuzela não precisa necessariamente beirar o insuportável.

COMO AS VUVUZELAS NÃO FORAM PROÍBIDAS...

Se as vuvuzelas ditam o ritmo nas arquibancadas, os jogadores são os primeiros a utilizar os tampões de ouvido. Incomodados, jogadores de Portugal são os primeiros a lançar a moda em busca de 'paz' para os tímpanos.

Na contramão dos 'amantes do barulho', também há os torcedores que preferem poupar os pulmões. E a audição. Atentos a essa demanda, alguns ambulantes comercializavam os tampões de ouvido pelas arquibancadas do Durban Stadium.

Aproveito para pedir desculpas, em vários posts anteriores referi-me às VUVUZELAS como VUNVUZELAS. Talvez eu cometa o erro de novo, gosto mais de 'Vunvuzelas'.

16 junho 2010

África do Sul 0 x 3 Uruguai



O Uruguai adora estragar festa de anfitrião. Quem não lembra da Copa de 1950? O Uruguai calou os torcedores do estádio Loftus Versfeld, em Pretória, e venceu a África do Sul por 3 a 0, nesta quarta-feira, em jogo que abriu a segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo-2010. A última vez que o time sul-americano havia vencido em Mundiais foi em 90, na Itália.

A copa da Zebra? Espanha 0 x 1 Suiça



Pois é,acontece a primeira zebra da Copa do mundo. A Espanha não conseguiu passar pela Suíça. O mais irônico é que foi a ovelha negra que fez o gol. Lembram-se da propaganda do partido de direita suíço em que havia uma ovelha negra sendo chutada para fora do território suíço. O partido é a União Democrática do Centro (UDC), frequentemente acusado de xenofobia.



A Espanha dominou toda a primeira etapa, mas encontrava muita dificuldade para finalizar diante de uma grande retranca. No segundo tempo, a Suíça abriu o placar em sua primeira chegada no jogo, aos 6min. Derdyiok partiu em velocidade, dividiu com goleiro, os zagueiros caíram, e a bola sobrou para Fernandes (a ovelha negra) chutar. Foi o gol mais suado e violento da Copa (até aqui, é óbvio). O jogador suiço Gelson Fernandes possui ascendência cabo-verdiana.

Um viva ao futebol, que pode dizer bem mais do que podemos ver numa partida de futebol.

Brasil 2 x 1 Coréia do Norte



A pátria de chuteiras capitaneada por Fátima Bernardes. Essa introdução de casalzinho apaixonado é um tanto ridícula. Depois a reportagem não reflete o sufoco que levamos dos coreanos do norte. Conseguimos arrancar uma vitória! Ainda não é dessa vez que Dunga cantará “eu vou, eu vou, pra casa agora eu vou''.

Costa do Marfim 0 x 0 Portugal

No futebol de hoje, em que não se joga e não se deixa jogar, o físico é de extrema importância. Só tenho a dizer que até o presente momento a Costa do Marfim é a grande revelação da Copa. A Alemanha não é reveleção, trata-se de permanência.

Portugal não conseguiu mostrar em campo a superioridade que a grande maioria da critica esportiva imputou como certa.

Cristiano Ronaldo mostrou que precisa de mais dez jogadores geniais para que ele também seja genial.

O jogo ficou por muitas vezes truncado, com muita violência de lado a lado. Talvez um pouco mais por parte da Costa do Marfim. O Principal destaque do time africano, o atacante Drogba, que se recupera de uma fratura no braço, começou a partida no banco de reservas e se benzia o tempo todo. Incrível como existem católicos em todos os continentes. Só entrou no segundo tempo, aos 20 minutos. Deu uma boa melhorada na parte de criação e finalização do time Africano.

Acho que o empate acabou por ser um resultado justo.

14 junho 2010

Campanha 'Cala a boca Galvão'

Qual era mesmo o problema mesmo da bola?

Maradona provou que não existe nada de errado com a pelota.


Terceiro dia - Copa do Mundo



Argélia 0 x 1 Eslovênia


Fiquei triste com a derrota da Argélia. Hoje pela manhã vi dezenas de pessoas com bandeiras e artefatos da seleção. São muito alegres esses argelinos. Infelizmente o goleiro deles vacilou feio e assistimos o segundo ‘frango’ da Copa.



Alemanha 4 x 0 Austrália

Sai o primeiro gol brasileiro da Copa. Foi de Cacau naturalizado alemão. A fraca seleção da nova zelândia não ofereceu quaisquer riscos para a Alemanha. Foi a primeira goleada e isso certamente trará efeito nas próximas partidas. Quem efrentar esta seleção terá mais resepeito. Antes do início deste campeonato mundial ouvi muitos comentaristas que desprezavam este time alemão. Fiquemos atentos. Ah, não posso evitar a piada : Cacau ajudou a Alemanha a dar um ‘chocolate’ na Austrália.

13 junho 2010

Uma nota acerca da seleção portuguesa




Fiquei contente com a atitude da delegação portuguesa na semana passada, antes do início da Copa e percebi que não tinha escrito nada a respeito. Ao contrário da seleção canarinha, a Seleção portuguesa pagou para jogar contra Moçambique.

A CBF recebeu do Zimbábue 2 milhões de dolares pelo amistoso. A seleção brasileira que recebe de patrocinadores aproximadamente 150 milhões de dólares por ano. Mesmo assim teve coragem de vender seu futebol para contento do ditador Robert Mugabe.O Zimbabué é um dos países mais pobres do mundo. A economia está em grave declínio e a população é afetada pelo desemprego, fome e Aids. O governo, autoritário e antidemocrático, é o mais corrupto do continente. Vale lembrar que o ditador sondou várias seleções anteriormente e nehuma havia aceitado o ‘desafio’ futebolístico.

Portugal pagou pelo ‘sparing’ sempre necessário na preparação para uma Copa do Mundo. Portugal fez amistosos ao lado da sua concentração e encerrou a sua preparação enfrentando Moçambique sem fazer nenhum tipo de deslocamento. E como bom exemplo pagou cachê para o time adversário. Não tirou dinehiro dos cidadãos de Moçambique ou deu prestígio a ditadores sanguinolentos.

Grande parte do prestígio dos portugueses no futebol, sem dúvida, deve-se a Moçambique.O país africano rendeu à seleção de Portugal ídolos como Eusébio, Costa Pereira e Mário Coluna, que brilharam na Copa do Mundo de 1966 e no Benfica. O passado de colonizador também é uma óbvia associação e justifica o argumento de que Portugal outrora já tivera dado muitos prejuízos ao país africano. Mas não me consta que as outras seleções de países que também tiveram o mesmo papel histórico tenham tido a mesma postura ética e moralmente bem fortalecida.

É isso aí, Portugal 1 x 0 Brasil

12 junho 2010

Pierre Canard responde. De onde surgiram os cartões no futebol?

Por Pierre Canard

Nós os devemos ao árbitro inglês Ken Aston. Em 1966 ele assistia ao jogo entre Inglaterra e Argentina. Durante o confronto o capitão argentino foi expulso. As advertências não existiam e o jogador se recusou a sair do campo. Ken ficou chocado com a situação. Afinal não era um lance de expulsão, mas tampouco poderia passar batido. No caminho de volta, ele parou no semáforo que indicava vermelho, e, Eureca! Vendo o sinal amarelo que significa 'atenção' e vermelho que diz 'pare', ele julgou que este mesmo código poderia ter utilidade no futebol. Sua ideia seduziu imediatamente a FIFA que adotou a métrica na Copa do Mundo de 1970. Até hoje são usados com relativo sucesso.

É tudo. A bientôt.

PIERRE CANARD!




ENTRA EM CAMPO PIERRE CANARD! OS MISTÉRIOS E DÚVIDAS ACERCA DO FUTEBOL DIRIMIDOS POR UM ESPECIALISTA EM GENERALIDADES.

Segundo dia




Argentina 1 x 0 Nigéria

Melhor jogo até aqui. Messi ,em duas ou três jogadas, mostrou a diferença entre um bom jogador e um outro quase genial. Ele busca espaços onde ninguém consegue imaginar espaço, chegou perto daquilo que foi Maradona.

A Nigéria é fruto do malefício vício da 'tática' europeia. A seleção nigeriana perdeu a alegria. Os treinadores exógenos criaram uma espécie de barreira à criatividade. Toda a alegria está encarcerada em 'táticas'.

Maradona de terno é uma figura à parte. O melhor jogador de “todos-os-tempos-que vi” parece também encarcerado naquelas vestes.

EUA 1 x 1 Inglaterra

Jogo digno de lutas de gladiadores. Um frango, chutes sem direção... o Jogo não merece nota, a não ser que pensemos que a pátria mãe e sua filha mantém vínculo eterno com um passado objetivista e sem compreensão da arte que criaram.

França 0 x 0 Uruguai



Só deu empate na primeira rodada do Grupo A da Copa do Mundo-2010.Na primeira partida do dia, a anfitriã África do Sul saiu na frente, mas apenas empatou com o México por 1 a 1. O técnico da seleção sul-africana, o brasileiro Carlos Alberto Parreira, considerou o resultado bom. Novidade... Parreira sempre achou empate e perder por um gol bons resultados.

O jogo que acompanhei foi França x Uruguai. Jogo modorrento, sem graça mesmo.
O ponto alto e curioso foi Thierry Henry reclamando junto ao árbitro de uma suposta ‘mão na bola’ de um zagueiro uruguaio. Nota engraçada também era a narração do locutor da rede de televisão TF1 que chamava o juiz japonês Yuichi Nishimura de ‘Chinois’ (Chinês). Politicamente incorreto é pouco. O jogo terminou com o placar de 0 a 0.

08 junho 2010

Copa das Áfricas.



A África do Sul acolhe a Copa do Mundo de futebol, o maior evento esportivo 'específico' do planeta . Durante muito tempo negligenciados pelas grandes potências futebolísticas e pela Fifa . A federação que governa os destinos do futebol e um dia foi chamada de grande ladra por Maradona (O que é isso, Dieguito? A FIFA é super justa e sempre trabalhou com lisura!)

A África conquistou seu espaço legítimo depois de lutas políticas que duraram cerca de 20 anos. O êxito de algumas estrelas africanas revelou o potencial do continente. A exemplo do Brasil, uma imensa juventude sonha em seguir os passos de seu ídolos Samuel Eto'o , Didier Drogba e , viajando mais no tempo, Eusébio que é o Pelé Africano e que defendeu Portugal na Copa de 1966.

Por falar em Pelé, considerado pela crítica, como o melhor jogador do mundo, o 'Rei' disse um dia: ''Uma equipe africana será consagrada campeã do mundo até 2010''. Sabemos que Edson Arantes do Nascimento não é lá muito bom de palpites boleiros, mas o mundo terá a oportunidade de verificar neste próximo mês a pertinências das predições.

Além da África do Sul, convidada na qualidade de organizadora, outras cinco nações obtiveram em campo o direito de defender o continente. São elas: A costa do marfim, Gana, Camarões, Nigéria e Argélia. Ao largo do aspecto esportivo, a atribuição da organização soa como um reconhecimento tardio, levando-se em conta que o continente a muito demonstra uma grande paixão e aptidão pelo futebol, que chegou às terras africanas na bagagem da neocolonização no final do século XIX.

Durante muitos anos a Europa e a América do Sul partilhavam entre si o direito de sediar Copas do Mundo e ainda hoje se alternam nas instâncias de poder da FIFA (federação Internacional de Futebol). Essa métrica se deu, de maneira bem azeitada, até a Copa de 2002, partilhada na organização entre os países Japão e Coreia do Sul. Em 15 de maio de 2004, foi decidido em Zurique, na Suíça, que a África do Sul seria a sede da Copa de 2010, deixando a Oceania como o único continente a ainda não ter realizado o maior evento de futebol do planeta. Na votação, a África do Sul derrotou o Marrocos por 14 votos a dez. O Egito não recebeu nenhum voto e Líbia e Tunísia retiraram-se da competição em maio de 2004, depois de oferecerem sua candidatura conjunta, que não foi permitida.

Depois da eleição de Mandela na áfrica do Sul, houve um investimento equivalente a 40 bilhões de dólares em infraestrutura de esportes em geral e adaptação específica para o futebol. Notadamente, para construir estádios super modernos e ambivalentes, servindo a uma grande gama de práticas esportivas (O que não ocorre na maioria dos estádios brasileiros) . Foram construídos cinco novos estádios para a Copa, que, pela primeira vez, serão especialmente dedicados ao futebol. Sob o antigo governo do Apartheid, os estádios eram construídos exclusivamente para o rugby e o críquete.

Assim como no Brasil, onde reina uma profunda desigualdade social, ser jogador de futebol no continente africano, é uma esperança nutrida por muitos com contorno de sonho redentor. Infelizmente poucos alcançam o objetivo e muitos possuem como destino a realidade de um país que reflete nas relações humanas as diferenças econômicas.

A diferença social foi o principal entrave na organização da Copa, mas podemos mencionar também as dificuldades encontradas no setor de obras pública, corrupção entronizada, dificuldade com marcos regulatórios, insegurança jurídica e falta de planejamento. Todos os problemas citados existem no Brasil com graus diferentes de penetração.

Nenhum desses percalços foi capaz de obstar que o país construísse modernos estádios, como o Soccer City (capacidade para 90 mil pessoas), em Johannesburgo, e o Green Point Stadium, em Cape Town. O Soccer City, por exemplo, possui capacidade para 90 mil espectadores.

É um evento que pode unir, ao menos momentaneamente, as áfricas e o mundo.Os torcedores dos 'bafana banana', o apelido da equipe nacional, afinam as suas vunvuzelas (trombetas de som esganiçante de gosto duvidoso)esperando uma vitória, mesmo que improvável e hercúlea. Com tantas expectativas, só nos resta torcer para que esta seja uma Copa memorável.

01 junho 2010

Na época em que o Brasil jogava bola com felicidade.



Israel ataca frota de ajuda humanitária


Ataque israelense à "Frota Liberdade", que transportava cerca de 10 toneladas de ajuda humanitária para Gaza, deixou pelo menos 15 mortos e 50 feridos. O ataque ocorreu em plenas águas internacionais. União Européia quer inquérito sobre ataque e palestinos pedem reunião urgente na ONU. "Quinze pessoas foram mortas durante o ataque, na sua maioria cidadãos turcos", afirmou Mohammed Kaya, responsável pela divisão de Gaza da IHH, uma organização de defesa dos direitos do Homem, que fazia parte da operação naval.



Absurdo total. Isso ocorreu em águas internacionais! Pirataria e Terrorismo de Estado.

Imagens da Globonews

31 maio 2010

Deus estará na Copa?



A FiFA recomenda que um único Deus apareça nos gramados da Copa de 2010. A honraria será concedida somente a Maradona, que será 'tolerado', diga-se. Dizeres em camisetas, desenhos ou imagens estão fora de questão. A FIFA advertiu as confederações de que quaisquer manifestações de fé podem causar conflitos de difícil solução. Será que Kaká aceitará? Creio que sim. O jogador sabe aonde pisa. Ele não gosta de divididas, sempre foi assim, desde seus tempos de S.P.F.C.

Ainda sobre a Bola da Copa.
Os jogadores contratados pela NIKE não gostaram da bola oficial da ADIDAS. Já os jogadores contratados pela ADIDAS gostaram. Kaká adorou, ele é contratado de ADIDAS. Legal, não é? Sem divididas.

28 maio 2010

Bola oficial da copa 2010




O goleiro titular da seleção brasileira disse nesta sexta-feira que a bola nova que será usada na Copa do Mundo da África do Sul é "horrorosa".

A seleção já treinou com a bola nova em Curitiba, esta semana, e voltou a usá-la no coletivo realizado nesta sexta-feira em Johanesburgo.

"É horrível, é horrorosa", disse Julio César. "Parece aquelas bolas que a gente compra em supermercado. É horrorosa."

Noffffa!

Já vejo Galvão Bueno gritanto e esbravejando que a culpa é da bola em qualquer revés da seleção.

Cornetando e Vonvuzelando DUNGA (parte 1)



"Nem todo mundo gosta de sexo, de tomar vinho ou sorvete..." Essas foram as palavras do técnico da seleção ao se referir ao comentar a liberação de sexo na concentração da seleção da Argentina, anunciada ontem por Maradona. O técnico brasileiro disse que, no caso da seleção brasileira, nas folgas cada um pode fazer o que quiser. Deve ser por isso que Dunga está sempre de mau humor! Quem é que não gosta de SEXO, VINHO E SORVETE??!!!

Em tempo: 'Cornetar' é uma gíria paulista que significa algo como 'falar mal, pegar no pé'. Como gíria não possui tradução nem mesmo na língua natal, é difícil dizer o significado exato. Mas é mais ou menos isso. Ah, por isso 'vovunzelando'.

Cão



Prince-Chewbacca (2000-2010)

Cão.
Nunca vi expressão mais injusta que ‘mundo cão’
Rebatizo o mundo das agruras como ‘mundo homem’.
Meu amigo foi embora hoje. Prince-Chewbacca estava cansado,
Foram anos dando alegria aos seus humanos de estimação.
Descanse Prince, alegria cansa.
E tristeza, como disse o poeta, não tem fim. Felicidade sim.

27 maio 2010

O que Keith Richards faria em seu lugar?




“O que Keith Richards faria em seu lugar?” este é o título do livro de auto ajuda de Keith Richards. Uma brincadeira, com certeza. Loucaço do rock, este ser místico trouxe à luz de sua sabedoria respostas para questões inerentes ao exercício de viver.

Keith Richards foi do céu ao inferno dezenas de vezes. Sentiu a glória de ser um deus do rock, mas já foi preso, agredido, incriminado, intoxicado, desintoxicado, deserdado, desenganado. Perdeu um filho, alguns amigos, muito dinheiro e o juízo, mas não o bom humor. O livro resume todo o saber desse profeta do século XXI para que você possa aprender a superar os erros do passado, confiar nos seus instintos, dar a volta por cima e fazer o que Keith sabe fazer melhor do que todos e em grande estilo: sobreviver.

Keith Richards desafia as leis da sociedade, da medicina e do bom senso e continua vivendo (e aprendendo) graças a uma filosofia de vida singular.

Algumas das frases clássicas de Keith
“Existe o Sol, existe a Lua, existe o ar que respiramos e existem os Rolling Stones.”
“Mick é rock, eu sou roll”.
“Se Mozart tivesse tido um bom baterista…”
“Todo mundo começa imitando seus heróis.”
“Caveiras nos lembram que, no fundo, somos todos iguais.”
“Não tenho nada a esconder. Nada é segredo comigo.”
“Para mim, o principal para se viver neste planeta é saber quem você é de fato e ser verdadeiro sobre isso. Essa é a razão de eu ainda estar vivo… Vivi minha vida do meu jeito e estou aqui porque me dei ao trabalho de descobrir quem eu sou.”
“Eu fumo maconha o tempo inteiro, é minha erva benigna. É tudo que eu uso, é tudo que eu faço.”
“Nunca tive problemas com droga. Só com a polícia.” (essa é a minha preferida)

Agora a mais bombástica:
“A coisa mais estranha que eu já cheirei? Meu pai. Cheirei meu pai.”

Na época a frase causou muita polêmica e exigiu uma retratação. Assim esclareceu Keith: “Eu disse que o preparei como cocaína e não com cocaína. Eu abri a caixa e disse 'tenho que fazer algo com papai. Quando tirei a tampa, um pouco de papai caiu por sobre a mesa da sala de jantar. Pensei 'não posso usar a pá de lixo aqui. O que descobri foi que ingerir seus ancestrais é uma forma respeitosa de... você sabe... ele se foi como se fosse uma iguaria". Adorei esta explicação! O pai de Keith morreu em 2002, aos 83 anos.



Bom, nunca pensei que eu seria capaz de comprar um livro de auto-ajuda. Pois, é! Queimei a língua. Esse livro é imperdível. Vou até a livraria e já volto.

26 maio 2010

Assim falou Dunga!



"Quem não viveu a época da escravidão não pode falar se era boa ou não!...”

“...Do mesmo modo que a ditadura, quem não viveu a época não pode saber se era boa ou ruim”.

Além destas frases acima descritas, durante a coletiva de imprensa para anunciar a lista de voltantes, ops, jogadores...O técnico soltou outras tantas, com um teor que lembra os manuais de auto-ajuda, daqueles bem ruins, ao melhor estílo ‘Lair Ribeiro’. Ele se crê um vencedor. Alías, essa palavra vencedor é um fenômeno relativamente recente e possui relação com a idéia de individualismo, capitalismo, ranço protestante-puritano-americano, da idéia de o escolhido, etc. Mas, isso dá muito pano para manga (um dia falamos sobre o assunto). Dunga tem utilizado um discurso motivacional fincado em um patriotismo que rememora os anos duros da Ditadura. O discurso possui um ufanismo meio transverso e tom conservador. Tom este que poderia assustar até o General Geisel (se este estivesse vivo). Algo como o slogan “Brasil, ame-o ou deixe-o’. As frases que deram início ao post não merecem nem mesmo comentário...

23 maio 2010

Copa




A partir do mês de junho ‘A Patada” começará a falar sobre a COPA DO MUNDO 2010. Futebol é algo de que gosto muito e me divirto um bocado com tudo que envolve o assunto. O futebol é síntese de várias emoções presentes em nossa vida e morte. É a sociedade numa de suas múltiplas encenações, assim como o carnaval ou festa de santo. Alí, entre as quatro linhas, é possível ver poesia, luta, guerra, maldade, beleza, honestidade e desonestidade. Ao assistir a uma partida de futebol é possível multiplicar idéias sobre o ser. Nunca estamos sozinhos ao ver uma partida de futebol.

Para tanto a equipe da Patada – ou equipa como dizem os portugueses – está em campo. Eu e Pierre Canard (o entrépido e corajoso correspondente deste espaço internético). Nos próximos posts falaremos mais sobre a Copa. Até lá.

17 maio 2010

Dio foi para o céu




Morreu Ronnie James Dio.

Como já disse reiteradas vezes, este blog está parencendo obtuário. Ontem morreu Ronnie James Dio. Para 99% da população mundial este fato não deve ser algo para se dar importância. Eu faço parte dos 1% restantes. Este senhor é parte da minha adolescência e da história do rock.

Quando tinha uns quatorze anos eu perambulava pelas Lojas de discos (vínis ainda) da rua Teodoro Sampaio, no bairro de Pinheiros, capital paulista e minha terra natal. Não possuía muito dinheiro, era uma época pós-Rock'n'rio e de sonhos revolucionários, época de Diretas Já e finzinho da ditadura militar. Anos de muito rock nacional e internacional nas rádios (talvez como nunca no Brasil). O Festival que acontecera no Rio de Janeiro me descortinara o mundo do rock e do Heavy Metal. Nestes passeios pelas lojas de discos, cerca de uma dezena na região, descobria todos os lançamentos. Era uma era pré-internet. Consumia música e informação conversando com os donos das lojas e em rádios como a 97FM e 89FM. Ambas as rádios estão extintas, hoje tocam pagode ‘coração’ e sub-Axé. O Rock chegou a ser música popular no país, mas estas rádios eram, ainda nesta época, minoria no ‘dial’.



Para angarear algus trocados para comprar meus LPs (nínguém mais sabe do que se trata*), eu revendia discos para meus colegas de colégio que eram pedidos por encomenda, confiantes na minha habilidade de garimpo. Eu colocava um ágio**, na verdade cobrava pelo meu trabalho de garimpo. Dessa maneira adquiria meus vinis com o dinheiro proveniente dessas incipientes transações e com uns parcos 'cruzeiros' que meus pais me davam. Eu consumia tudo de rock, mas ainda estava bem ligado ao rock clássico, minhas escolhas primeiras eram bandas como led Zeppelin, Black Sabath e Pink Floyd. Essa era alías uma das características da geração.

Bom, este preâmbulo é para dizer que o meu oitavo disco foi o de Dio, que no dia de ontem foi embora para o céu. Digo para o céu, pois muitas são as testemunhas de que ele era um boa praça e as músicas demoniacas eram a mais pura e deslavada métrica metaleira. O disco 'ao vivo', banda reformada e mal amanhada, Um EP de nome “Intermission”, o audio ruím, mas divertido, sem maquiagem. Tinha um dragão tosco na capa e poucas informações sobre o trabalho, sem encarte ou dados. Ouvi até a exaustão as músicas daquele disco de metal. O disco furou. Tinha o video clip de ‘Rock’n’roll children’ a tocar nos programas de videoclips. Bom, era legal.Ser adolescente é uma fase de descobertas, sabores. Tive sorte de viver esta fase nos anos 80.



Eu não sabia que Dio estava doente, tinha inclusive a informação de que tocara recentemente no Brasil. Ontem fui surpreendido com a notícia. Não ouço mais Heavy Metal com frequência, mas a notícia me abateu.

Ronald James Padavona nasceu em Portsmouth, New Hampshire, em uma família descendente de italianos.O nome artístico, diz a lenda, teria sido escolhido em homenagem a um mafioso chamado Johnny Dio. Substituiu o lendário Ozzy Osbourne no Black Sabath.

Que Deus o tenha. O rock ficou ainda mais chato e careta.

08 maio 2010

Bichos e presidiários

Já pensou o Datena dando essa notícia? Ah! Vagabunfo com bichinho de estimação!
Pois é, a nossa imprensa é medonha.







É quase hora de dormir e dez donos de animais de estimação estão cuidadosamente enchendo tijelas de água e comida, preparando seus bichinhos para a noite.

Mas não se trata de crianças aprendendo suas primeiras responsabilidades, mas sim de detentos da prisão de Estrasburgo, na França.

Os animais incluem coelhos, porquinhos da índia e pássaros e cada prisioneiro que faz parte do projeto é responsável por alimentar seu próprio bicho.

A coordenadora do projeto diz que lidar com os animais tem três efeitos, acalmar as relações entre os detentos e os guardas, diminuir a tensão na prisão e aumentar o senso de responsabilidade e auto-estima.

30 abril 2010

Ozzy assusta fãs em Museu de Cera 'Madame Tussaud'



Sentado no museu de cera Madame Tussaud, em Nova York, o roqueiro Ozzy Osbourne assustou fãs que tentaram tirar foto ao seu lado. Fingindo ser uma estátua, Ozzy ficou sentado em um banco em uma das salas do museu, imitando um boneco de cera. A ação serviu para divulgar o lançamento do próximo disco do cantor, "Scream", no dia 22 de junho. É engraçado.

13 abril 2010

Pantera Psicodélica

Um desenho antigo que encontrei no 'You Tube', lembro-me de assistí-lo e de me divertir muito. Este episódio é sensacional, cheio de imagens doidas, bem no espírito dos anos 60. O personagem foi criado em 1964 e até os anos 80 passava na TV aberta brasileira. Nos anos 1990 ganhou uma versão em que a pantera falava, o que tornava o personagem sem o charme inicial dos filmes mudos.

08 abril 2010

La Isla presidencial (Parte 2)

Como fora avisado pela leitora mais especial deste blog (Manuela), aqui está o segundo episódio de LA ISLA PRESIDENCIAL (PARTE 2)


03 abril 2010

SEMANA SANTA : Deus é pai



O Allan Sieber é autor de muitas animações e tiras aqui o site do cara. Sensacional.

29 março 2010

Morre Armando Nogueira


No jornalismo brasileiro a elegância é coisa rara, é um ‘artigo’ em falta nas prateleiras dos grandes conglomerados de comunicação. Hoje perdemos um pouco desta elegância, ficamos mais pobres em informação de qualidade. Armando Nogueira foi editor do Jornal Nacional (Globo) e, nos últimos temopos, estava mais dedicado ao jornalismo esportivo (mesmo que tenha desempenhado a função sempre). Ele é um daqueles personagens que, assim como Dias Gomes, trabalhava na Globo e, apesar sisso, nos dava uma visão de um ponto fora do turbilhão e pressão a que estavam (eles e nós) imersos. A cobertura da Copa 2010 ficará mais sem graça e elegância.

Deixo aqui um texto de Armando Nogueira intitulado "A Bola" interpretado por Paulo José. Posto também um vídeo do Jornal da Globo de hoje





23 março 2010

Vive la gauche!



O resultado das eleições regionais representa um "não rotundo" (Como dizia o finado Leonel Brizola) para o atual governo francês e uma derrota pessoal para o presidente Nicolas Sarkozy.Os resultados confirmaram a vitória dos partidos de esquerda e a já esperada derrota do UMP, o partido de direita, de Sarkozy. O Partido Socialista e seus aliados conquistaram 54% dos votos, garantindo o controle de 21 das 22 regiões metropolitanas, entre elas, a Córsega, tradicionalmente de direita.

Ontem, em Paris, o presidente Nicolas Sarkozy reuniu-se no Palácio do Eliseu com o primeiro-ministro François Fillon para tentar juntar os cacos. Uma reforma ministerial deve ser uma das primeiras providências.Logo após a divulgação dos resultados, diversos membros do governo admitiram a derrota, entre eles, o primeiro-ministro François Fillon. Vinte ministros da direita que concorriam a cargos nessas eleições, foram derrotados, o que reforça a sanção ao atual governo. Na França, o acúmulo de mandatos é legal.

O partido do governo teve 36% dos votos e conseguiu conservar uma região metropolitana, a Alsácia, na fronteira com a Alemanha. Já nos chamados territórios ultramarinos, o UMP conseguiu maioria na Ilha de Reunião e na Guiana Francesa.Em relação a 2004, a direita tem agora três regiões, contra duas anteriormente, mas o progresso é somente aparente, pois no âmbito nacional, a esquerda ficou com quase 20 pontos à frente da direita.

O índice de abstenção de quase 49% foi um pouco menor do que no primeiro turno (53,6%,) mas ainda é considerado alto. Por aqui o voto não é obrigatório.

Além da derrota da direita, outro fator importante dessas regionais foi o fortalecimento do partido nacionalista de extrema-direita, Frente Nacional, presidido por Jean-Marie Le Pen, que conquistou 8,7% dos votos, no total. Nas 12 regiões da França onde disputou o segundo turno, a Frente Nacional conseguiu 500 mil votos a mais do que nas últimas regionais, em 2004.

Greve

Uma greve deflagrada no dia de hoje (23/03/2010) contra políticas de Sarkozy paralisa transportes públicos e escolas na França. As centrais sindicais convocaram greve para protestar contra a reforma da aposentadoria e para melhoria de salario e condições de trabalho.A greve de 24 horas convocada pelos sindicatos franceses em defesa do emprego, de melhores salários e aposentadorias demonstra o descontentamento crescente com as políticas do governo de Nicolas Sarkozy.

Dois dias depois de sofrer uma derrota eleitoral para a esquerda, nas eleições regionais do último domingo, o presidente francês já avisou que não abre mão da reforma das aposentadorias, prevista para o segundo semestre.

O governo francês quer prolongar de 60 anos para 62 ou mais a idade mínima para a aposentadoria e aumentar para cerca de/ 43 anos o tempo mínimo de recolhimento para a concessão de pensão integral. A paralisação desta terça-feira atinge particularmente as escolas do ensino fundamental e o setor de transportes.

Cerca de 52% dos professores estão em greve, segundo os sindicatos, 29% de acordo com o levantamento do governo. No setor ferroviário, os trens de subúrbio são os mais prejudicados. Metrôs e ônibus estão com o tráfego quase normal, em Paris, assim como os trens TGV, de alta velocidade, que transitam pela França e para o Exterior.

Nos Correios, apenas 11% dos funcionários aderiram à greve. A mobilização pode parecer pequena, mas já é maior do que nas duas últimas convocações, em janeiro e outubro passados. Pelo menos 180 manifestações estão previstas na tarde desta terça-feira nas principais cidades francesas.

Vive la gauche! Eh,Eh, êita povo retado.

22 março 2010

Isla Presidencial

Doze chefes de Estado desapareceram em alto-mar durante passeio de barco promovido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao final da 74ª Cúpula Ibero-Americana. Além do brasileiro, estavam a bordo Evo Morales, Álvaro Uribe, Cristina Kirchner e Hugo Chávez, entre outros. Esse é o mote da "Ilha Presidencial", série de humor animada iniciada nesta semana pelo site de humor venezuelano "El Chiguire Bipolar".

É muito bom e a Patada já aguarda o próximo episódio. Assim que estiver à disposição aparecerá neste espaço.

17 março 2010

Laerte

Esta é uma charge antiga do Laerte e que nos faz ficar na situação da personagem que fala com 'Deus'. O cartunista Laerte é um dos 'Los três amigos'.


12 março 2010

Morre o cartunista Glauco - A Patada de luto.



Glauco é uma referência para a minha geração, participou junto com Angeli e Laerte da revista mais instigante dos anos 80, que se chamava “Chiclete com Banana”. Junto com estes dois cartunistas criou o “Los três amigos”. Nos anos 80 chegou a ter sua própria revista, chamada “Geraldão” (nome de seu personagem mais famoso). Eu costumava reproduzir os personagens nos meus cadernos de escola. Glauco era um grande chargista também e nos últimos anos era possível apreciar suas tiradas na segunda página da 'Folha de S. Paulo'. O mundo dos quadrinhos realmente perde um cara muito inspirado. Muito triste, segundo informações foi vitimado por uma tragédia. Como homenagem reproduzo aqui algumas tirinhas. Deixa uma grande, uma imensa diria até, lacuna e muita saudade.